TopGlossário técnicoCapacidade da bateria

Capacidade da bateria

A bateria é um tipo de células galvânicas que são capazes de armazenar a energia eléctrica. Ela é usada em quase todos os sectores da indústria. Independentemente do tipo, construção e tamanho, cada bateria tem uma tensão nominal e capacidade dada em amperes-hora. No sentido técnico, a capacidade da bateria é a capacidade nominal. Ela refere-se a uma bateria totalmente eficaz e adequadamente carregada que pode ser descarregada com a corrente contínua durante um período de 20 horas a uma temperatura de 20°C até que uma única célula atinja o valor de 1,7 V (10,2 V para uma bateria de 12 V). A descarga da bateria para um valor inferior a 10 V pode causar um alto teor de enxofre e, portanto, pode danificar ou reduzir drasticamente a sua capacidade. A capacidade nominal é estreitamente relacionada com a definição da corrente nominal que determina o valor da corrente de descarga da bateria em um período de 20 horas. É calculada dividindo a capacidade da bateria por 20. Por exemplo, a corrente nominal para uma bateria com uma capacidade de 40 Ah é igual a 2 A. É claro que, quanto maior for o valor, maior será a capacidade da bateria que, por sua vez, traduz-se no tempo em que o dispositivo será capaz de operar até estar completamente descarregado.

 

Fig. 1. Duas baterias populares oferecidas pela Delta. Da esquerda para a direita, bateria de 12 V 7,2 Ah e bateria de 12 V 18 Ah (estas baterias têm uma vida útil muito mais longa do que as baterias padrão)

 

 

 

Na prática, a capacidade da bateria é, simplesmente, a capacidade de acumular a carga eléctrica, enquanto um ampere-hora (Ah) é o produto da corrente de descarga (A) e o tempo de descarga da bateria (h) para uma tensão específica. Por exemplo, uma bateria com uma capacidade de 18 Ah deve, em teoria, proporcionar a corrente de 1 A para um circuito eléctrico durante 18 horas. A duração da bateria será duplicada até 36 horas, se o consumo de corrente pelo circuito alimentado for duas vezes menor, isto é, de 0,5 A. É claro que, na prática, estes valores podem variar, dependendo da forma de descarga, condições de operação e condição da bateria.

 

Não é sem razão que a capacidade indicada pelos fabricantes de baterias se refere a testes realizados a uma temperatura de 20°C. Dependendo da tecnologia de fabricação, a capacidade da bateria é afectada, mais ou menos, pela temperatura. Quanto mais baixa for a temperatura de descarga da bateria, menor será a sua capacidade. Por exemplo, a capacidade das baterias de chumbo-ácido, para uma temperatura de 0°C, é de 85% da capacidade nominal. A temperaturas negativas, a diminuição da capacidade da bateria é bem visível e, à temperatura de –10°C, é de apenas 75% da capacidade nominal. As altas temperaturas também não são boas para as baterias. A temperatura de funcionamento muito elevada afecta a duração da bateria, causando o seu desgaste rápido. Portanto, ao instalar baterias em fontes de alimentação ininterrupta, se deve prestar atenção ao livre fluxo do ar que circula em torno dela.

 

Para baterias menores usadas em dispositivos electrónicos portáteis, computadores portáteis e telemóveis, a capacidade é especificada no submúltiplo de Ah - mAh (miliamperes-hora).

 

A capacidade da bateria também determina a sua corrente de carga. Supõe-se que não deve ser maior do que 0,1 da capacidade da bateria. Por exemplo, uma bateria com uma capacidade de 18 Ah deve ser carregada com uma corrente de cerca de 1,8 A. Infelizmente, a capacidade da bateria diminui com cada ciclo de carga e descarga, e isto é inevitável. No entanto, a operação adequada, as condições de trabalho adequadas e a prevenção de uma descarga completa permitem estender a vida útil da bateria.